O que é a Hotelandia

Hotelandia é um projeto de jornalismo de viagens independente direcionado para a hotelaria portuguesa, criado pela dupla Filipe Morato Gomes e Luísa Pinto. Contamos com a colaboração de jornalistas calejados e viajantes com muitos quilómetros de estrada e noites passadas fora de casa. Os nossos “especialistas” em hotelaria estão habituados a escrever para as principais revistas de viagens e jornais portugueses.

Na Hotelandia, apenas publicamos textos sobre hotéis, hostels e pousadas onde efetivamente ficamos a dormir. Só falamos sobre o que conhecemos, a nossa real experiência. Não fazemos fretes – mesmo que a estadia tenha sido oferecida pelo hotel. Se aconselhamos uma unidade hoteleira, é porque a recomendaríamos ao nosso melhor amigo. Sem hesitações.

Sabemos distinguir acasos (como um incêndio num prédio vizinho ou um hóspede barulhento) da falta de profissionalismo (como um funcionário mal-educado ou um WC sujo). Se alguma coisa não tiver corrido bem, escrevemos sobre isso. De forma justa e imparcial.

Note que nenhum hotel paga para ter uma reportagem publicada na Hotelandia (fazemos jornalismo, não publicidade).

Fundadores

Filipe Morato Gomes
Filipe Morato Gomes

Blogger de viagens

Depois de duas voltas ao mundo, continua a viajar de mochila às costas, a andar de transportes públicos e a preferir a socialização das guesthouses e pequenas pousadas ao ambiente altivo dos hotéis de luxo. Mas não diz que não a uma refeição gourmet, uma massagem num spa ou um pequeno luxo de quando em vez. Assina artigos de viagem no Alma de Viajante e em revistas portuguesas e brasileiras. Mais importante, continua a viajar. Sempre. Onde dormiu o Filipe

Luísa Pinto

Jornalista

É jornalista desde 1998 e não é esquisita nas tipologias. Mas é exigente no ambiente e conforto do lugar onde vai pousar a cabeça, para um sono que não se importa que seja rápido mas que deverá ser repousante. Especializou-se a transformar em “casa” qualquer quarto de hotel, pousada ou guesthouse durante um volta ao mundo em família realizada em 2012. Escreve sobre viajar com crianças no Diário da PikitimOnde dormiu a Luísa

Colaboradores

Ana Isabel Mineiro
Ana Isabel Mineiro

Cronista de viagens

Os hotéis são secundários, quando o que se quer é subir montes e caminhar – ou pedalar – ao ar livre. Mas ao fim do dia um abrigo faz sempre falta, e quando se viaja meses a fio um pouco por todo o lado, as experiências vão do bom a pior. Provavelmente uma das mais antigas jornalistas de viagem em Portugal, já publicou em revistas portuguesas, como a Grande Reportagem, Volta ao Mundo e Rotas & Destinos, e espanholas, como a Descubrir e a Altair. Neste momento dedica-se com igual interesse às viagens e à comida vegetariana, investigando hotéis com o mesmo gosto com que procura restaurantes, e publicando regularmente as descobertas e curiosidades no site Comedores de Paisagem. Onde dormiu a Ana

Ana Pedrosa
Ana Pedrosa

Jornalista

O que gosta mesmo é sair de casa, e faz disso profissão, relatando as experiências em diversos jornais e revistas de viagem. Para isso está disposta a todos os “sacrifícios”: tanto dorme num Hilton londrino como numa barraca palafita na selva do Bornéu. Seja onde for, não dispensa o pequeno-almoço, sem o qual não consegue iniciar o dia. Orgulha-se de ter um sentido apurado para descobrir lugares especiais, com ou sem estrelas. Onde dormiu a Ana

Andreia Azevedo Soares
Andreia Azevedo Soares

Jornalista

É jornalista há mais de 15 anos e mãe há dois. Já viveu no Rio de Janeiro (onde nasceu), em São Paulo e Londres. Atualmente vive no Porto, onde trabalha como editora do site P3 do Jornal Público. Deseja conhecer o Japão mas só vai poder concretizar este sonho após o nascimento do segundo filho. Até lá, vai lendo as obras de Haruki Murakami. Onde dormiu a Andreia

Andreia Marques Pereira

Jornalista

Tem sempre pena de não usufruir mais dos hotéis por onde passa, mas teria mais pena se não aproveitasse o que está em volta. Ainda não desistiu de umas férias num resort perdido numa ilha tropical mas, enquanto esse dia não chega, aproveita para conhecer o mundo. Jornalista desde o início do milénio, viajou pela Cultura e pela Sociedade antes de começar a deambular por Portugal e pelo mundo à boleia da Fugas (Público), onde é colaboradora permanente. Os hotéis são, portanto,parte do trabalho. De todos os tamanhos e feitios: se houver limpeza, o seu feitio não é esquisito. Onde dormiu a Andreia

Carla B. Ribeiro

Jornalista

Tudo começou por uma viagem há 16 anos. Na época de comboio, rumo a Castelo Branco para palmilhar os caminhos do jornalismo local. Desde então o jornalismo tornou-se em si uma viagem. E em cada cidade, cada país que visita, ficando em casa de amigos, acampamentos ou em hotéis de luxo, continua sempre a descobrir a aldeia que somos. Onde dormiu a Carla

Carla Fonseca

Jornalista

Foi na área do ambiente que começou a lide jornalística, no fim dos anos 90, e nunca mais conseguiu deixar de se interessar pelo assunto. Passou pelo Público, Jornal de Notícias e revista África Today. Não consegue estar muito tempo no mesmo sítio a fazer a mesma coisa, mas com três filhos tem aprendido a valorizar as rotinas. Ter um blog ajuda. E entrar no carro com a família toda, numa sexta-feira, sem destino certo também.

Onde dormiu a Carla

Cláudia Silveira
Cláudia Silveira

Jornalista

Viajar começou a ser trabalho há cerca de 8 anos, quando iniciou uma colaboração com Ambitur. Daí para cá, publicou textos de viagem nas revistas do Público, Expresso e Correio da Manhã, e no Courier International. Nos últimos anos tem feito a revista institucional da ANA – Aeroportos de Portugal e descoberto que os aeroportos são bem mais que pontos de partida e chegada. Gosta de andar e, por isso, não acha fundamental que o hotel fique mesmo no centro lá do sítio. Mas gosta de camas confortáveis e de sossego – se houver um spa para relaxar e um jardim ou terraço para o fim da tarde, tanto melhor. Onde dormiu a Cláudia

João Ferreira Oliveira

Jornalista

João Ferreira Oliveira é uma daquelas pessoas que seria capaz de viver num hotel. Em vários hotéis em simultâneo. Um para cada dia da semana. Enquanto esse dia não chega, vai dormindo fora de casa sempre que pode e quando o trabalho exige. E exige muitas vezes. Depois de vários anos na Rotas & Destinos, é agora colaborador de revistas como a Evasões ou Volta ao Mundo, onde assina a crónica de viagem Homem de Vilarinho. Onde dormiu o João

Maria João Veloso

Jornalista

Jornalista há 14 e mãe há quase dois anos, não prescinde de andar pela vida com a alma às costas. Faz colecção de sorrisos e de histórias que tem apanhado a jeito pelo mundo fora. Quando está em terra alimenta-se dessas memórias para ver se consegue levar o barco a bom porto. É atualmente jornalista da UP, a revista de bordo da TAP, e colabora com a Visão 7 (Sul) na secção Noites. Onde dormiu a Maria João

Patrícia Carvalho

Jornalista

Começou a viajar assim que iniciou a carreira como jornalista, já lá vão quase dezasseis anos. Hoje trabalha no Público e, entretanto, já pousou a cabeça para repousar nos mais variados tipos de alojamento. Costuma escolher o sítio onde vai dormir seguindo três regras básicas: localização, limpeza e sossego. Troca qualquer cinco estrelas pela oportunidade de fazer mais um trecho de caminho, mas reconhece os seus encantos e vantagens. Ainda assim, desde que os lençóis estejam limpos e o ambiente seja suficientemente sossegado para não espantar o sono, já dá a noite por ganha. Onde dormiu a Patrícia

Paula Alves Silva
Paula Alves Silva

Jornalista

Jornalista de profissão, Paula Alves Silva é apaixonada por viagens e, sobretudo, pelo que se aprende no caminho. As histórias, essas são relatadas no seu projeto Estórias com Rosto e as reportagens redigidas no P3 ou através da produtora Pixbee. A trabalho ou a lazer, mais importante que as estrelas do hotel é a capacidade de a fazerem sentir em casa e a importância de uma boa almofada onde possa continuar a sonhar. Onde dormiu a Paula

Tiago Alves

Jornalista

Jornalista há mais de 25 anos, sempre ligado à rádio, esteve no éter da TSF e escuta-se atualmente na Antena 1. Escreve sobre cinema e viaja seguindo a rota das estrelas. Gosta de viajar, de ausências prolongadas, sobretudo em família, mas os hotéis não são ossos do ofício. O alojamento é escolhido em função do local e nunca determina a rota de uma viagem. Seja na praia, campo, cidade ou aldeia – porque prefere todos os destinos de férias. Onde dormiu o Tiago

Tiago Salazar

Jornalista, Escritor

Tiago Salazar nasceu em 1972. Eterno finalista de Relações Internacionais (no sentido epopeico da palavra), debutou no Semanário como jornalista, em 1991. Escreveu sobre artes plásticas, livros, cinema, pessoas célebres (e menos célebres), política, economia, sociedade, desporto e obituários. Mantém-se no ativo como escritor, guia, jornalista, formador de escrita e literatura de viagens e sobretudo como andarilho profissional, ofício a que ninguém reconhece seriedade. É autor de quatro livros de viagens e tem no prelo «Crónica da Selva», edição A23. Onde dormiu o Tiago

Vanessa Rodrigues
Vanessa Rodrigues

Jornalista

Jornalista, contadora de histórias. Assina na Evasões, Folha de São Paulo, NM e TSF. Fotografa, regista os sons dos lugares, das gentes. Na hora de descansar, prefere a casa de quem mora nos destinos: tentativa de agarrar a anatomia das culturas. Mas há hotéis onde essa magia também acontece. Do embalo da rede nas aldeias da remota Amazónia ao luxo urbano, adapta-se, porque dormir também é uma viagem.  Onde dormiu a Vanessa